terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Escola dos Sabores


Quando o pai de Lilian foi embora, sua mãe se refugiou nos livros deixando a menina de quatro anos duplamente sozinha. Em sua busca para reaver a comunicação com a mãe, encontrou a solução na comida e temperos.

Anos depois, dona do próprio restaurante, dedica a noite de segundas para ministrar aulas de culinária. Mas desta vez ela se depara com uma turma especial, cuja convivência irá mexer com todos, formando praticamente uma irmandade.

A narrativa de Erica Bauermeister em Escola dos Sabores é extremamente delicada e saborosa. Um livro rápido e envolvente, como o ciclo de sua história. Cada aula, com seus ingredientes, mexem na memória dos personagens e nos permitem conhecer um pouco de suas vidas.

Muitas mamães irão se identificar com Claire, que após o segundo filho ganha o curso e treme em sair de casa pela primeira vez. Ali está um pouquinho da culpa materna, do cheiro de leite na roupa, das dúvidas que acompanham ficar longe dos bebês e as mudanças no casamento.

Carl e Helen lembram os casais de margarina, após muitos anos de casamento, ainda andam juntos, como namorados. Mas é um bolo de casamento e um fondue que irão quebrar a superfície aparentemente perfeita e mostrar as muitas rachaduras que se precisa consertar na vida dois para que ela persista.

Já Antonia é a mulher independente, de família grande, mas longe do seu lar. Ela equilibra a modernidade e tradição, ao mesmo tempo em que as aulas lhe provocam uma tremenda saudade das pessoas que ama. 

Reserve as lágrimas para Tom e sua Charlie. A bonita história de amor interrompida por uma doença maldita, que torna os olhos do personagem sempre tristes. Perdido, ele acaba direcionado para a paixão da sua esposa, e fica a torcida para que ele se dê uma segunda chance.

Uma chance é tudo o que Chloe precisava, e é isso que ela recebe de Lilian. Trabalhando no restaurante, ela ganha a oportunidade de realizar o curso. Mais do que crescer dentro da área, é hora de rever as pessoas que escolhe para companhia e a própria imagem no espelho.

O esquecimento aflige Isabelle, cuja idade parece ter escondido suas melhores lembranças. Os cheiros talvez sejam a solução para retornar ao tempo em que decisões bruscas foram tomadas, mudando o rumo da sua vida radicalmente.

Ian é o nerd da história. Aplicado em se preparar para realizar cada tarefa, não desiste até conseguir. Eternamente cheio de perguntas, vai ao curso em busca de respostas, mas se depara com muitos pontos de interrogação.

Lilian é o centro de tudo, às vezes eu a via como um anjo. Seu sofrimento a fez crescer e se tornar um ser humano maravilhoso. Uma pequena lição da literatura para os reclamões de plantão.

Escola dos Sabores é um livro curto, não é cheio de detalhes, mas profundo o suficiente para prender o leitor do início ao fim. Uma leitura deliciosa como os pratos descritos, que faz desejar ter uma Lilian na sua cidade, para te ensinar a cozinhar e através dos cheiros e gostos realizar a melhor terapia do mundo: a do autoconhecimento.

Escola dos Sabores 
The school of essential ingredients
Erica Bauermeister
Tradução: Fernanda Abreu
Sextante
2009 – 222 páginas

Nenhum comentário: