domingo, 29 de novembro de 2009

Dublinenses

Em 15 contos, o escritor James Joyce nos permite espiar um momento na vida cotidiana dos irlandeses.

Religião, sexo, inveja e nostalgia se misturam, assim como as idades diversas. O leitor não deve esperar por surpresas ou lições de moral, apenas circunstâncias normais, onde os valores e costumes da região irão encaminhar os personagens em histórias que não possuem realmente um final, já que fica claro que muita coisa ainda deve vir.

Mesmo sendo histórias comuns, a forma da narrativa envolve o leitor, podendo fazer com que este recorde de fatos lidos ou até vividos. Pois, independente da época ou lugar, todos vivem momentos em que precisam tomar uma decisão ou são simplesmente levados por aquilo que chamamos de destino.

2 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Estamos fazendo uma promoção lá no Néctar da Flor. Espero que goste e inscreva seu blog, viu?

Beijo bem grandão.

Rebeca

-

Karen Drago disse...

AMEI: "Pois, independente da época ou lugar, todos vivem momentos em que precisam tomar uma decisão ou são simplesmente levados por aquilo que chamamos de destino."