domingo, 20 de janeiro de 2013

Aprendendo a Seduzir


Após a leitura de Procurando Kevin, somado ao fato que o livro seria lido na sua maior parte na praia, o título selecionado foi um romance bem leve, daqueles para se distrair após um dia de muita água e caminhada.

Meg Cabot utiliza o pseudônimo de Patricia Cabot para contar a história de Lady Linford na Inglaterra de 1870. A garota está noiva do Marquês de Winchilsea, um homem bonito e charmoso, responsável por salvar seu irmão, que levou um tiro após uma tentativa de assalto.

O leitor sabe antes de conhecer Caroline que na verdade seu irmão, Thomas, fora vítima de uma tentativa de assassinato, já que ousou em um jogo de cartas, acusar o responsável de trapaceiro. Assim como descobre logo de início, desta vez junto com Caroline, o caso do Marquês com a sedutora Jacquelyn.

O primeiro pensamento de Caroline é terminar o noivado, mas sua mãe a impede, alegando que a culpa é da moça. Com isso, precisa buscar conhecimento para seduzir o futuro marido e demonstrar que pode ser tão desejável quando a sua amante. Para professor, escolhe o noivo da outra, o famoso fabricante de armas Braden Granville, conhecido por ser um dos maiores conquistadores de Londres e por estar atrás do homem que frequenta a cama da sua noiva, pois a única forma de cancelar o casamento sem ter que pagar milhões a traidora é achando o amante.

Entre beijos ardentes, cobrança de dívidas, em paralelo está o preconceito da época sobre quem possuía títulos e os novos ricos. Nobres falidos que se casam com pessoas que julgam inferiores apenas para manter o seu status, esnobando e ironizando seus pares. E mesmo Caroline, por possuir um título recente, é considerada apenas um meio para saciar a falta de dinheiro do Marquês.

Também há uma pincelada da luta pela igualdade feminina, representada pela melhor amiga de Caroline, Emily, que está sempre se envolvendo em protestos e sendo presa por isso.

Uma história para mulheres que gostam de romances leves. Não é um livro para pensar, apenas para relaxar e se deixar levar durante algumas horas, sem pensar em nada mais sério.

Aprendendo a Seduzir
Educating Caroline
Patricia Cabot
Tradução Olga Cafalcchio
Editora Essência – Planeta
1998 – 366 páginas

Nenhum comentário: