sexta-feira, 7 de março de 2014

Sobre meninos e lobos


Quem nunca se pegou perguntando: E se eu...

No caso de Sean e Jimmy, o que teria acontecido se eles tivessem entrado no carro?

No caso de Dave, se ele não entrasse.

1975... os meninos brigam no meio da rua. Um carro com cheiro de maça para com dois homens. Eles abordam os meninos que se dizendo da polícia e levam Dave com eles.

Dave passa dias desaparecido, mas ele escapa e é recebido com festa. Todos sabem o que aconteceu com ele, mas ele prefere se manter calado. Aguenta as provocações e violências na escola, mas quando adulto consegue formar uma família.

O acontecimento também atinge os outros dois meninos. Sean vira policial e Jimmy criminoso.

25 anos depois. Katie, filha do agora regenerado Jimmy, planeja fugir com o namorado. Antes de se casar, sai com as amigas para uma despedida de solteira. Na volta para casa, encontra a morte.

Este acontecimento irá ligar o caminho dos três novamente. Enquanto Sean tenta descobrir o assassino, Dave vive conflitos internos, e por mais que ele tente se esconder, os lobos continuam a persegui-lo, ameaçando torna-lo um. Jimmy lamenta a morte da filha e acaba revendo novamente os seus conceitos.

Sobre Meninos e Lobos é um livro instigante. A violência, a inveja e o resultado das ações do passado levam o leitor a sentir diversas reações. Assistir tudo sem poder ajudar e apenas esperar as consequências.

A escrita de Dennis Lehane é semelhante a uma montanha russa. Mistura momentos de tensão com a calma absoluta. Se em um momento sofremos com os personagens, em outros vivemos momentos felizes. Os pontos de interrogação vão sendo substituídos pelos de exclamação no decorrer das páginas. O mistério maior não é o crime, mas os três homens que se reencontram por causa dele.

Leitura mais do que recomendada para quem gosta de um bom suspense. E para quem gosta da dobradinha livro e cinema, ele virou filme em 2003 pelas mãos de Clint Eastwood. Eu não assisti a versão cinematográfica, mas o elenco composto por Sean Penn, Kevin bacon e Tim Robbins me despertaram a curiosidade.

Sobre Meninos e Lobos
Mystic River
Dennis Lehane
Tradução: Luciano Vieira Machado
Companhia das Letras

2001 – 338 páginas

Nenhum comentário: