domingo, 29 de maio de 2011

Contos Fantásticos no Labirinto de Borges



Bráulio Tavares reuniu 18 contos ao qual denominou de “contos borgianos”, por serem contos que influenciaram ou que se relacionaram de alguma forma com a obra de Jorge Luís Borges. Antes de cada conto há uma introdução, comentando sobre cada um dos autores, permitindo conhecer um pouco mais sobre eles.

Entre os meus contos favoritos estão “A Livraria” de Nelson Bond, onde Marston, após empacar na escrita de um livro, sai para dar uma volta e acaba se deparando com uma livraria cheia e títulos desconhecidos, alguns de autores que ele admira.

Há também “Um Artista da Fome” de Frans Kafka sobre um homem cuja arte no circo é ficar em jejum e aos poucos vê o público perder o interesse pela sua apresentação, além disso, há suas insatisfações diárias, que o levarão a reflexões ao longo do conto.

Entre os mais viajantes, mas nem por isso desinteressante, está “a Terceira Expedição” de Ray Bradbury sobre uma viagem a marte, onde na chegada os astronautas pensam ter retornado a Terra ou realizado uma viagem no tempo.

Além disso há contos de Leon Bloy, Marcel Schwob, H.G.Wells, Nathaniel Hawthorne, Ambrose Bierce entre outros. Entre sustos, reflexões e suspense, “Contos Fantásticos no Labirinto de Borges” (Casa da Palavra, 285 páginas) é a garantia de uma ótima leitura e deve ser consumido sem moderação.

Nenhum comentário: