segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Persuasão


O último romance completo da autora Jane Austen conta a história de Anne Elliot, uma mulher solteira que ainda mantém lembranças de um amor enquanto é frequentemente ignorada em sua casa.

Na juventude, ela foi apaixonada por Frederick Wentworth, um jovem considerado abaixo do seu nível, acabou sendo persuadida pela amiga - e de certa forma substituta de sua mãe – Lady Russell a desmanchar o noivado. O rapaz, jovem oficial da marinha, parte para o mundo e cresce em posição e fortuna, e ela fica acompanhando o esbanjamento do pai sem ser ouvida.

A história começa oito anos depois, quando seu pai, Sir Walter, necessita alugar a grande casa em que vivem para manter o padrão de vida em que ele e a irmã Elizabeth estão habituados. Por ironia do destino, os locatários são justamente parentes do antigo noivo de Anne. Entre o receio do reencontro e a falta de vontade de ir para Bath, cidade escolhida para a nova moradia, Anne vaga entre a casa de Lady Russell e da irmã Mary, onde irá conhecer novas pessoas e possíveis amores.

Mas ao contrário do que se possa imaginar, a parte menos interessante é o reencontro dos dois. O leitor deve abrir os olhos para toda a descrição de uma época, a importância de títulos que sobrepõe ao caráter. Aproximações por interesse. Perfis diversos, que vão da arrogância a hipocondria, da leveza ao amor pelo próximo.

Um livro que caminha em uma linha fina entre o enfadonho e psicológico, dependendo de quem está passando por suas páginas. Persuasão não é apenas uma história de amor, é sobre como as palavras influenciam em ações, decisões e autoestima.  

Persuasão
Persuasion
Jane Austen
Tradução: Fabio Cyrilo
Editora Landmark
1816 – 205 páginas

Nenhum comentário: